Pirraça
criança-baixinha-altura

“Já não sei o que fazer: meu filho tem apenas dois anos e está numa pirraça… Chora quando quer alguma coisa, e se eu negar ele chora ainda mais, se esperneia no chão, bate na gente, chama de feia etc”.

Leia também:
Excesso de peso das mochilas pode causar lesões
Aprenda a fazer um lanche saudável para as crianças
Baixa estatura da criança pode ser indicativo de doenças

É desta forma que uma leitora do Bolsa de Bebê traz a sua angustia no fórum. O desespero que se escuta nas palavras desta mãe é mais comum do que se pode imaginar. Em casos como este, a primeira pergunta que os pais devem se fazer é: por que é tão difícil impor limites para as crianças? Por que é difícil dizer não?

Devemos pensar que os pais, como adultos, precisam ter o controle da situação. Para isso, é importante que eles conheçam de onde vem essa dificuldade desenfreada das crianças em compreenderem as regras e internalizá-las. Precisam pensar também por que afrouxam tanto os limites. Do que têm medo quando estão diante destas crianças que os pressionam com choro, gritos e esperneio?

A criança ao nascer não se vê separada do mundo que a cerca. Inicialmente, sente como se ela e a mãe fosse uma unidade. Como a mãe, nos primeiros dias e meses, está geralmente ali pronta para servi-la, a criança não consegue perceber que é um ser diferente dela. Porém, conforme vai crescendo, começa a notar que nem tudo acontece no tempo em que deseja – e fica irritada, por exemplo, quando a mãe demora a dar o peito, chora porque quer colo etc. Esses “desencontros” são importantes para que a criança nasça psiquicamente. Este “nascimento” se dá por volta dos seis ou sete meses de vida.

Se tudo aconteceu a contento, a criança, nesta fase, já sabe quem é a mãe e quem são as outras pessoas próximas. No entanto, esse saber não é o suficiente para que ela desista de ter o mundo girando à sua volta, pronto para servi-la. Por isso, ela demonstra raiva e tristeza para tudo o que lhe incomoda: vai chorar porque a mãe demora a voltar do trabalho, vai chorar porque quer o colo na hora em que os pais estão jantando, vai chorar quando vê os pais se abraçando, sem dar atenção a ela. Por quê?

Ela vai tentar todo o tempo buscar aquelas primeiras sensações, quando todos pareciam estar prontos para atendê-la.

 

×
Faça do Bolsa de Bebê
sua página incial
E também acompanhe: Newsletter