Pediatra esclarece dúvidas de mamães de primeira viagem

Dormir de barriga para cima faz o bebê correr menos risco por morte súbita
por Melina Souza

Qual é a posição ideal para o bebê dormir? O que fazer se o bebê não acordar para mamar? Com quantos dias de vida o bebê já pode sair de casa para passear? Essas e outras inúmeras dúvidas são muito frequentes nos consultórios pediátricos.

Leia mais:

Dois meses: o primeiro sorriso

É hora de começar a tirar a fralda

Meu filho vai à creche. E agora?

As mamães, principalmente as de primeira viagem, têm muitas dúvidas a respeito dos cuidados necessários nos primeiros dias de vida do pequeno. Tudo é novidade. Com a chegada do bebê a família passa por algumas mudanças e cuidados que antes não tinham. O pediatra Ricardo Morando, médico do Hospital e Maternidade São Luiz, esclarece as 10 principais dúvidas das mamães.

Qual é a posição recomendada para o bebê dormir?

A posição recomendada é de barriga para cima por diminuir a chance de morte súbita. De barriga para baixo nunca e, de lado (90 graus), é arriscado porque é uma posição instável, o bebê pode virar sozinho.

Alimentar o bebê exclusivamente com leite materno é suficiente nos primeiros meses de vida?

Sim, até os seis meses de vida da criança. O bebê não precisa de água nem de chá até esse período. É mito dizer que os pequenos sentem sede. O que ocorre é que algumas mães voltam a trabalhar cedo, depois de 4 meses de gestação. Nesses casos a introdução de complementos ao leite materno pode ser feita.

Durante o período da amamentação a mamãe pode comer qualquer coisa ou deve evitar determinadas bebidas e alimentos?

Pode e deve manter uma alimentação saudável e bem equilibrada. Muitos dos alimentos que a mãe está ingerindo passam ao leite materno. E isso no futuro passa ao bebê. Por isso a importância dos alimentos saudáveis. Molhos picantes e comidas muito gordurosas devem ser evitados. Esses alimentos não fazem bem à mamãe nem ao bebê em qualquer estágio de vida.

É normal o bebê espirrar toda vez que a mãe vai trocá-lo?

Sim. O espirro é um mecanismo de defesa do nosso organismo. Toda vez que o bebê entrar em contato com vírus na fossa nasal ele vai espirrar. Na hora do banho, por exemplo, se entrarem partículas de água na narina ou até mesmo na hora de trocá-lo e a mamãe usar talco ou perfume, pode provocar o espirro no bebê. Isso é normal. O espirro nada mais é do que o organismo colocar para fora aquilo que causo irritação na fossa nasal.

Quais são as vacinas que devem ser tomadas nos primeiros dias de vida do bebê?

São duas vacinas: a BCG, que protege contra a tuberculose, e a primeira dose da vacina contra a hepatite B.

Quando a mãe pode sair com o bebê de casa para passear na rua?

O fator limitante é a mãe. Se ela ainda está com dor por conta do parto não deve sair de casa com o bebê. Depois de 10 dias do nascimento do pequeno, a mãe pode começar, aos poucos, sair com o filho para dar voltas perto de casa. Evite levar o bebê para locais fechados. Nos primeiros dias de vida a imunidade ainda não é completa.

Quantas horas de sono um bebê deve ter nos primeiros meses de vida?

Nos primeiros meses eles dormem mais ou menos 20 horas. Isso muda depois de 40 dias de vida. Ele começa a interagir mais com os pais, começa a dar risada e respostas. Depois desse período começa o sono quase parecido com os horários dos pais. A partir dos três meses eles começam a ter um período longo de sono noturno e alguns cochilos entre a parte da manhã e da tarde.

O que é a febre e quando a mãe deve medicar?

Febre é uma temperatura auxiliar de 37,5 graus. Nesse momento a mãe pode dar um antitérmico e dependendo da faixa etária da criança comunicar o pediatra ou ir ao hospital. Criança com menos de um mês de vida deve ir ao hospital imediatamente após a febre ser detectada. Entre 1 a 3 meses deve ter cuidados com febre acima de 39,0 graus e acima de 3 meses, se a febre for baixa, entrar em contato com o pediatra.

Quando voltar a trabalhar, a mãe deve colocar o bebê na creche ou contratar alguém para cuidar dele em casa?

O ideal seria que a criança começasse a frequentar a escolinha só com dois anos de idade. A melhor opção seria deixar o bebê em casa aos cuidados de uma babá ou algum parente de confiança.

Quais são os cuidados recomendados com o coto umbilical?

Deve ser limpo com algodão e álcool 70% no mínimo 3 vezes ao dia. A mãe não deve colocar faixa nem cobrir o local. Limpar a secreção amarelada até a base do umbigo também é muito importante. Se a higienização é feita corretamente, cerca de 15 dias depois do nascimento do bebê o cordão umbilical se desprende do umbigo.b

Categoria:

Leia também: