Nove meses: o bebê está cada dia mais levado!

O bebê está cada dia mais levado. Todo cuidado é pouco com o pequeno
por Redação Bebê

-Desenvolvimento neuropsicomotor - senta sem apoio, consegue manter-se de pé apoiado na grade, pode engatinhar (algumas crianças não o fazem, e isso é considerado normal), segura objetos pequenos com o polegar e o indicador, brinca com dois objetos ao mesmo tempo, coloca um brinquedo dentro do outro, consegue falar "dá-dá", "pá-pá" ou "ma-ma", faz sinal de adeus e bate palminhas.

Leia também:
Quando os bebês começam a comer sozinhos?

Camuflar alimentos é bom para as crianças?
Tomar sol todo dia ajuda bebês a absorverem vitamina D

Reconhece, no tom de voz, o sentido de aprovação ou reprovação de suas atitudes, atende pelo seu nome e estranha pessoas. Do 9º mês de vida até o 12º mês, existe um aprimoramento da coordenação motora e da atenção visual, com início da visão esteroscópica (profundidade) e controle dos olhos em convergência.

-Alimentação - cada vez mais, é importante estimular a mastigação, amassando a papinha com um garfo (não há mais necessidade de passar os alimentos pela peneira). Iogurtes naturais, queijo branco e pães integrais devem ser introduzidos. Os líquidos devem ser administrados no copo. Peça orientação ao pediatra se seu filho não estiver mais em aleitamento materno. Ressaltamos apenas que o leite de vaca "in natura" não deve ser utilizado; existem fórmulas lácteas disponíveis no mercado que são mais adequadas.

-Vacinação - se você vem cumprindo rigorosamente as datas preconizadas para a vacinação, você só deverá voltar a se preocupar quando completar 1 ano de idade ou quando houver campanhas nacionais ou regionais de vacinação.

-Doenças mais comuns: as mesmas do mês anterior. Apenas deve-se redobrar a atenção para a prevenção de acidentes, pois na fase de engatinhar, as crianças costumam pegar e levar objetos à boca; fique atento a pequenas moedas no chão, objetos pontiagudos, brinquedos com peças pequenas (totalmente proibidos nessa idade) e qualquer objeto que fique ao alcance do pequenino.

Avalie e confira todos os cantinhos que seu bebê tem acesso, a fim de evitar riscos de aspiração de objetos e/ou ferimentos. Instale grades e portinholas, encubra tomadas e cuidado com objetos ou toalhas que possam ser utilizados como apoio ou simplesmente puxados num ato de curiosidade ou brincadeira.

- Para estimular o desenvolvimento - escolha um local onde seu filho possa ter liberdade para engatinhar ou trocar os primeiros passinhos, não use andadores e compre calçados confortáveis. Converse com seu filho, brinque na frente do espelho (mostre a sua imagem e a dele) e diversifique as brincadeiras e os brinquedos (bichinhos, bonecas de tecido, bolas, carrinhos etc.). Com essa idade, seu bebê já sabe protestar, faz manha e fica choroso. Está na hora de estabelecer limites e dizer não sempre que necessário, principalmente nas situações de risco.

 

Categoria:

Leia também:

Facebook Comments Box