Diarréia infantil > Dieta

A alimentação é importante mesmo durante as crises
por Anônimo (não verificado)

Alimentação

Por causa do mal-estar, o melhor é descansar o estômago e o intestino, bebendo apenas líquidos leves no início das crises, os mais indicados para o tratamento são sucos e sopas, sempre ingeridos em pequenas quantidades. Os bebês não devem deixar de ser amamentados de maneira alguma, pois o leite materno contém água, sais minerais e anticorpos. Mas, para todas as idades, as recomendações são as mesmas: nada de bebidas ácidas, como suco de laranja, ou cafeinadas, que podem piorar ainda mais a situação. É bom saber que água, sozinha, não adianta nada, pois não ajuda a repor os sais minerais perdidos e nem ajuda a interromper a diarréia. Refrigerantes, por causa da grande quantidade de gases e açúcares, também devem ficar de fora da lista. Leite, que tem difícil digestão durante as crises, é outra bebida que deve ser evitada.

Quando houver alguma melhora, já se pode retomar a alimentação, que deve ser composta de comidas leves e de digestão fácil - como, por exemplo, arroz, purê de batata, maçã e banana. Alimentos ácidos, gordurosos, temperados ou fibrosos - como grãos, vegetais e carnes - devem ficar de fora do cardápio até que a situação se normalize. Em geral, é recomendada a manutenção da dieta por mais alguns dias após a recuperação total. "Uma dieta saudável e uma criança bem nutrida são muito importantes não só para a recuperação da diarréia, mas também para a prevenção dos quadros mais graves", assinala o Dr. Alfredo Giglio.

No entanto, Dr. Alfredo ressalta que - em todos os casos de diarréia - é importante procurar um pediatra. "Especialmente quando a criança apresentar episódios muito freqüentes. Ela precisa passar por uma avaliação médica e um tratamento adequado, que evite o surgimento de novas crises", finaliza.

Categoria:

Leia também: